Alergias e intolerâncias alimentares são uma grande preocupação de saúde pública para os consumidores, produtores e autoridades. Apesar destes problemas afetarem apenas uma pequena parte da nossa população, as implicações de saúde podem ser sérias e imediatas. É por isso que a EFSA e a FDA exigem que os produtos alimentares com ingredientes alergénicos sejam devidamente rotulados.

 

Alergénios

A presença de alergénios não declarados em alimentos é a principal causa da recolha e retirada de alimentos do mercado.
Alguns dos alergénios mais comuns são leite, ovos, soja, peixe, amendoim, noz, marisco/crustáceos e glúten.

Serviços Analíticos de Pesquisa de Alergénios em Alimentos

Uma gestão eficaz dos alergénios por parte dos produtores de alimentos exige uma avaliação adequada dos riscos, um serviço analítico credível e especialistas experientes em legislação nacional e internacional referente a todos os alergénios em produtos alimentares.

Os ensaios analíticos são essenciais para a monitorização, verificação e validação dos seus programas de segurança e qualidade alimentar. Validação de processos, como procedimentos de limpeza e alterações de produto, devem incluir amostras ambientais (por exemplo, água de lavagem, zaragatoas), bem como o controlo de produtos. As zaragatoas podem ser usadas para monitorizar a presença de alergénios nas superfícies de contacto com o produto dentro da unidade de produção.

A Mérieux NutriSciences presta serviços analíticos qualitativos e/ou quantitativos de pesquisa de alergénios em alimentos com recurso à última tecnologia, como PCR, ELISA e LC-MS/MS.

ELISA e PCR são técnicas de rotina para a determinação de alergénios alimentares. As metodologias baseadas em ELISA detetam as proteínas do alergénio no alimento, enquanto os métodos PCR detetam o seu ADN. Estas tecnologias estão bastante difundidas e provaram ser eficazes para uma ampla gama de matrizes. O nosso departamento de I&D trabalha continuamente para encontrar as melhores soluções, as melhores condições operacionais e em realizar os ajustes apropriados a para cada alergénio, para cada matriz alimentar.

A Mérieux NutriSciences realiza regularmente ensaios de comparação interlaboratorial por forma a garantir resultados precisos e exatos na determinação de alergénios.

Conjuntamente com as técnicas ELISA e PCR, a Mérieux NutriSciences recorre também a metodologia LC-MS/MS para ensaios de multi-alérgenos. Trata-se de uma abordagem recente e aprovada pela AOAC, ILSI e MONIQA.

A técnica por LC-MS/MS determina diretamente os peptídeos independentemente da sua disposição, por meio de cromatografia líquida (LC) e espectrometria de massa (MS/MS). É particularmente adequada para a análise de alimentos processados onde as proteínas podem apresentar-se parcialmente desnaturadas (exemplo: produtos de panificação). É assim uma técnica complementar importante à ELISA ou ao PCR. A Mérieux NutriSciences pode aplicar esta técnica para a deteção de vários alergénios em produtos de padaria, nomeadamente para a determinação de ovo (ovoalbumina) e leite (α-caseína e β-lactoglobulina) num único ensaio.
O nosso departamento de I&D trabalha continuamente na procura de expandir a deteção de multi-alergénios, garantindo, ao mesmo tempo, a precisão e a confiança nos nossos resultados.

Recorrendo às tecnicas PCR, ELISA e LC-MS/MS, à nossa longa experiência científica no manuseamento de matrizes complexas e apoiados numa rede internacional de laboratórios, atualmente a Mérieux NutriSciences oferece um abrangente serviço analítico para a deteção de alérgenos em alimentos, superfícies e meio ambiente.

Apresentamos uma vasta oferta de ensaios acreditados, com um plano contínuo para a extensão da acreditação. Por favor, consulte a nossa oferta na tabela seguinte:

Mérieux NutriSciences - Pesquisa de alergenios.png

A Mérieux NutriSciences disponibiliza uma oferta abrangente para uma adequada gestão dos alergénios nos alimentos, fornecendo os seguintes serviços:

Nos últimos anos a indústria alimentar tem tomado medidas no sentido de procurar gerir o risco de contacto com alergénios. Esta gestão inclui normalmente a análise de perigos e pontos críticos de controlo (HACCP) e a implementação  de sistemas de deteção, avaliação e gestão de riscos que envolvem a segurança alimentar.

Estes sistemas exigem a implementação de uma gestão precisa e sistemática das matérias-primas, dos fluxos e de diversos outros fatores. Exige igualmente a participação ativa do colaboradores da empresa, bem como a implementação de auditorias, validação de processos e planos de monitorização.

O controlo analítico é apenas uma componente da minimização dos riscos da presença de alergénios. Através de programas de auditorias e de formação de colaboradores, podemos ajudá-lo a desenvolver um plano de monitorização para a gestão do risco de alergénios.

Consulte a nossa oferta de serviços. 

Pode também estar interessado em: