Decreto-Lei nº 25/2005

MXNS analise de bacalhau.jpg

 O artigo n.º 12 do Decreto-Lei n.º 25/2005 refere que o número mínimo de amostras, por cada lote do produto, é de 10 embalagens ou unidades com peso líquido igual ou superior a 100g e inferior a 1000g e de 5 embalagens ou unidades com peso líquido igual ou superior a 1000g. 

Por outro lado, o Anexo II define que os resultados apresentam-se arredondado às décimas e é dado pela média aritmética de duas determinações paralelas efetuadas pelo mesmo analista.

Como resultados da última auditoria do IPAC, o nosso laboratório dispõe de métodos acreditados para a realização dos ensaios de controlo do teor de sal e de humidade em bacalhau e espécies afins, salgados, verdes e secos.

Saiba mais