A Mérieux NutriSciences presta serviços analíticos para verificação da conformidade de materiais para contacto com os produtos alimentares, incluindo a realização de ensaios de migração global e específica, de acordo com os diversos tipos de materiais.

CONSUMO_material embalagem.jpg

Os ensaios são realizados em conformidade com os métodos estabelecidos na legislação, normas reconhecidas (UNI EN, DIN, LMBG, FDA, ISO, etc.) e métodos internos (desenvolvidos e validados pela Mérieux NutriSciences).

Os ensaios de migração global determinam a quantidade de substância que migra do material para um líquido que simula a capacidade extrativa de um alimento. Este ensaio não permite identificar qual substância que migrou para o líquido, mas determina a quantidade total de todas as substâncias transferidas pelo material em análise. As condições de contacto (tempo e temperatura) são estabelecidas em legislação, de acordo com as condições reais de uso do material em contacto com os alimentos. Os simuladores de alimentos podem ser líquidos aquosos, oleosos ou outro tipo de líquidos.

A migração específica determina a quantidade de uma certa substância (monómeros, aditivos, plastificantes, elementos e metais, etc.) num simulador alimentar. Este ensaio revela-se muito importante, uma vez que estão estabelecidos limites legais de migração para certas moléculas.

Desenvolvemos também estudos de substâncias não intencionalmente adicionadas (NIAS), para identificar e quantificar compostos químicos presentes num material e que não foram adicionados por uma razão técnica durante o processo de produção. Este podem derivar da desagregação dos materiais em contato com produtos alimentares ou de impurezas presentes nas matérias-primas. Recentemente, a EFSA recomendou o aperfeiçoamento da avaliação da segurança das substâncias utilizadas nos materiais em contacto com produtos alimentares, tendo em consideração a migração de substâncias não intencionalmente adicionadas.

A Mérieux NutriSciences realiza análises de NIAS utilizando uma vasta gama de técnicas de preparação de amostras (por exemplo, extração com solventes específicos, tais como hexano e etanol) e métodos analíticos sofisticados (GC-MS, GC-Q-TOF, LC-MS, ICP-MS) para identificar a presença destas substâncias. Adicionalmente, através de uma avaliação toxicológica dos produtos químicos presentes, é possível avaliar os riscos potenciais associados ao produto final.

A adequação tecnológica representa outro aspeto importante da análise dos materiais em contato com produtos alimentares. Um material que se destina a entrar em contacto com produtos alimentares deve ser seguro, onde certos aspetos, como a adequação tecnológica e propriedades físico-mecânicas adequadas, desempenham um papel fundamental.

A Mérieux NutriSciences tem vários anos de experiência no sector dos materiais para contacto com os produtos alimentares e oferece uma gama completa de serviços, nomeadamente:

  • Realização de ensaios físicos e de resistência mecânica.
  • Avaliação das variações morfológicas das embalagens após lavagens repetidas.
  • Avaliação dos compostos orgânicos voláteis desenvolvidos no headspace durante a cozedura.
  • Realização de análises sensoriais.

Pode também estar interessado em: