A avaliação ecotoxicológica tem o objetivo de prever os efeitos da poluição em organismos biológicos, assim é possível evitar ou corrigir qualquer efeito prejudicial da forma mais eficaz e eficiente possível.

A Mérieux NutriSciences oferece uma vasta gama de ensaios específicos para avaliação do risco potencial para ecossistemas aquáticos e terrestres.

Ecotoxicologia - Setor aquático

Estudos laboratoriais são realizados em algas, Daphnia, peixes, organismos vivos em sedimentos e plantas aquáticas. Quando aplicável, os estudos são acompanhados pela verificação da análise de concentração e estabilidade.

Algas e plantas aquáticas

Os estudos de inibição no crescimento de algas são realizados através de diferentes métodos, de acordo com as diretrizes OCDE e EPA em vigor. Consoante o pedido, estudos em algas podem ser efetuados para diferentes espécies de algas verdes ou azul-esverdeadas, diatomáceas ou diatomáceas marinhas. Até plantas aquáticas podem ser estudadas.

Invertebrados aquáticos

Estudos de toxicidade aguda e de reprodução são realizados sobre Daphnia magna e outros invertebrados. Culturas internas de Daphnia estão disponíveis. O design do ensaio é adaptado às diferentes necessidades do cliente, respeitando as evidências ou técnicas de aplicação.

Peixe

Estudos de toxicidade aguda e prolongada, bem como os estudos em estágios iniciais do ciclo de vida e ciclo de vida em si (teste de duas gerações) são realizados em peixes de água quente ou fria, como Oncorhynchus mykiss, Brachiydanio rerio, Cyprinus carpio e Pimephales promelas. Dependendo do objetivo do estudo, são realizados ensaios estáticos, semi-estáticos ou de escoamento.

Ecotoxicológico - Terrestre

Todos os estudos são planeados e realizados por uma equipa de cientistas e pessoal técnico especializado, em conformidade com as diretrizes em vigor (IOBC, OCDE, ISO, EPA).

Plantas

Os estudos são realizados para avaliação dos potenciais efeitos sobre a emergência e o crescimento inicial das plantas - assim, observa-se a germinação de sementes e crescimento de plantas - ou para avaliar os potenciais efeitos sobre as partes mais altas das plantas, que estão mais afastadas do solo. Em colaboração com parceiros qualificados, os nossos laboratórios podem projetar a colheita de amostras de acordo com a OCDE 208 "Teste de Plantas Terrestres - Emergência de Plântulas e Teste de Crescimento de Plântulas", para determinação da inibição de crescimento e capacidade reprodutiva de plantas superiores cujos solos, tratados de uma certa forma, podem lhes causar.

Organismos não alvo

Em colaboração com parceiros qualificados, a avaliação da microflora em solos é realizada durante o ano com recurso a solos naturais. A nossa oferta inclui ensaios de respiração a curto prazo, ensaios de transformação de azoto e avaliação dos efeitos ecotoxicológicos em minhocas.