Os laboratórios Mérieux NutriSciences avaliam o potencial de contaminação microbiológica recorrendo a meios de cultura específicos e a amostradores SAS para a deteção de microrganismos no ar. No caso das superfícies são utilizadas zaragatoas. 

A verificação da contaminação dos locais sob investigação permite a definição e identificação dos possíveis riscos para os trabalhadores.

Bactérias, fungos, Legionella.

É um organismo ubíquo que prolifera especialmente em ambientes de água quente, entre 32°C e 45°C. A infeção por Legionella não é transmitida de pessoa para pessoa, mas sim transmitida via aerossol e água contaminada, como no caso de um ambiente com ar condicionado ou com humidificadores. A bactéria reproduz-se principalmente em ambientes húmidos e quentes ou aquecidos - como sistemas de tubulação, condensadores, tubulação de arrefecimento de água - formando de seguida um filme bacteriano (biofilme). Por esta razão a infeção por Legionella é um grave problema de saúde pública, pois é um elemento de risco em todas as situações em que as pessoas se reúnem no mesmo ambiente, como acontece em lares, casas de repouso, hospitais, piscinas e outros locais públicos onde exista um sistema de ar condicionado ou de tratamento da humidificação do ar ou recirculação de água em funcionamento. A Mérieux NutriSciences realiza a colheita de amostras e análises em matrizes aquosas e aeriformes para a determinação e quantificação de Legionella.

Saiba mais sobre os nossos serviços de análise de Legionella aqui